28 março 2007

à procura de estágio

bem, estou à procura de estágio ou de emprego na área de jornalismo. a prferência, obviamente, é por cinema, mas aceito qualquer oportunidade.

estudo de manhã, saio da faculdade às 11h30. estou livre a partir de então.

qualquer interessado, mande-me um email (osintocaveis_blog@hotmail.com) ou deixe um comentário. respondo a qualquer dúvida ou curiosidade.

não faço questão de uma garnde remuneração, mas será sempre bem-vinda.

é isso até o próximo post, com os filmes vistos no mês.

atenciosamente,

18 março 2007

Zingu! #6 no ar há 2 semanas!

Pois é, já está no mercado virtual há duas semans a mais nova Revista Zingu! e nem disse nada por aqui. Que, então, a propaganda se faça agora!


Chegando ao sexto número, nosso objetivo era falar de Raoul Walsh. Infelizmente, dois grandes nomes do cinema nacional se foram: Ozualdo Candeias e Carlos Coimbra. Para homenageá-los, Candeias ganhou para si o dossiê do mês, com análise de 8 filmes seus. Coimbra, por sua vez, recebeu uma singela ode à sua obra, por Matheus Trunk, no artigo In Memoriam de Carlos Coimbra e de mim também, vejam só, desmistificando seu filme Independência ou Morte, na coluna O Que a Crítica Sabe?!. Matheus promete um dossiê dele para agosto.

Entre outros destaques, tem o especial Wilson Grey por Outros, em que nosso editor foi atrás de cineastas que trabalharam com esse ator, em busca de depoimentos sobre sua persona.

Além de muito mais: Vampiras Lésbicas, Cláudia Ohana, Nalva Aguiar, Marvin Gaye, miscelânias de Eduardo Aguilar, Mirza, Anti-musas nas premiações americanas...

Resenhas de A Ilha, de Kim ki-duk, e de Muito Prazer, de David Neves.

Na minha coluna Clássicos de Prestígio, abordo Tarde Demais Para Esquecer.

É isso.

11 março 2007

Morte em Veneza

Morte em Veneza (Morte a Venezia, 71)

Morte em Veneza começa com uma esplendorosa visão da viagem a navio de Gustav Aschenbach. Nesse instante já vemos o que Visconti discutirá: a beleza. E ninguém menos do que um dos maiores estetas do cinema para disso falar. É uma ode à sua visão de cinema, a da beleza contemplativa. Seja nos flash-backs, em que discute arduamente o príncipio da beleza com seu colega, seja na obsessão em travar contato com o garoto Tadzio, o que se percebe é uma visão apurada da complacência. Beleza é aquilo que causa admiração, proveniente do exercício ou do trabalho; ou, inerente à condição de quem quer que seja, ela simplesmente existe.

O encantamento de Gustav com o belo jovem cresce a partir de suas rememorações, de seus desastres pessoais, profissionais e de sua tentativa de fuga de um mundo que o oprime: são férias em Veneza. Seus dias são gastos em observar, e cada ação é reverberante, calculada e notória. Ir a praia tem um novo significado, olhar as crianças brincando, as pessoas conversando, ler o jornal e principalmente compreender o feitiço de Tadzio. Ao som de Mahler, mostra-se obsessivo por uma criatura que julga tão bela e tão incompreensível. É a pureza que o fascina, não há uma intenção sexual, não é um registro de pedofilia, é a sabedoria dos antigos, aqueles que vêem o tempo como um estado de permanência, de contemplação.

Baseado em obra de Thomas Mann, Visconti trascende na calmaria e abusa do tempo morto para mostrar que há ação num simples olhar. Um homem frágil, um compositor falido, alguém que já não se encontra mais. A austeridade permanece por dentro e por fora, mas que está para ruir. O decadentismo do protagonista surge em meio à paranóia, a cidade está sendo desinfetada e por razões comercias não são anunciadas, o clima e o platonismo. A corrida pela cidade, o "suborno" aos artistas, desembocando no auge: caído no meio da rua ri como louco e como gênio.

O mundo é dos admiradores.

Nota: 10/10

Lendo: Shikasta - Doris Lessing (ainda)
Escutando: Foxtrot - Genesis

04 março 2007

Filmes Vistos em Fevereiro (2007)

legenda: revistos



a guerra de Eastwood (acima),
o
voyerismo de Powell (abaixo)

  1. Vinhas da Ira (The Grapes of Wrath, 40) 10
  2. A Conquista da Honra (Flags of Our Fathers, 06) 9,5
  3. Faces (Idem, 68) 8
  4. O Último Rei da Escócia (The Last King of Scotland, 06) 5
  5. À Procura da felicidade (The Pursuit of Happyness, 06) 6,5
  6. Paraíso (Heaven, 02) 7
  7. Independência ou Morte (Idem, 72) 8
  8. Lemming – Instinto Animal (Lemming, 05) 4
  9. Tortura do Medo (Peeping Tom, 60) 9,5
  10. 12 Homens e uma Sentença (12 Angry Man, 57) 9,5
  11. Umberto D. (Idem, 52) 7
  12. A Rainha (The Queen, 06) 6
  13. Cidade dos Anjos (City of Angels, 98) 4,5
  14. Superman – O Filme (Superman, 78) 6
  15. Dias de Glória (Indigènes, 06) 5,5
  16. O Pássaro das Plumas de Cristal (L'Uccello dalle piume di cristallo, 69) 8
  17. Uma verdade Inconveniente (An Inconvenient Truth, 06) 4
  18. O Joelho de Claire (Le Genou de Claire, 70) 8
  19. O Terror das Mulheres (The Ladies Man, 61) 7
  20. Um Dia Muito Especial (Una Giornata particolare, 77) 7,5
  21. O Estranho Mundo de Zé do Caixão (Idem, 68) 8
  22. Ep. Pesadelo Macabro (Trilogia do Terror, 68) 6,5
  23. A Noite de Estréia (Opening Night, 77) 8,5
  24. Sombras (Shadows, 59) 7
  25. A Morte de um Bookiemaker Chinês (The Killing of a Chinese Bookie, 76) 8
  26. Cartas de Iwo Jima (Letters form Iwo Jima, 06) 8,5
  27. A Menina do outro Lado da Rua (The Little Girl Who Lives Down the Lane , 76) 7
  28. Um Rei em Nova Iorque (A King in New York, 57) 7,5
  29. Pecados Íntimos (Little Children, 06) 8
  30. Rei Arthur (King Arthur, 04) 3
  31. Wilde (Idem, 97) 4
  32. Tarde Demais Para Esquecer (An Affair to Remember, 57) 8
  33. Dreamgirls – Em Busca de um Sonho (Dreamgirls, 06) 7,5
  34. Tudo que eu Sempre Quis Saber Sobre Sexo Mas tinha medo de Perguntar (Everything You Always Wanted to Know About Sex * But Were Afraid to Ask, 72) 6,5
  35. Kinsey – Vamos Falar de Sexo (Kinsey, 04) 7
  36. Uma Mulher Sob Influência (A Woman Under the Influence, 74) 6
  37. Bilitis (Idem, 77) 2,5
  38. Revolta dos Brinquedos (Toys, 92) 4,5
  39. Testemunha de Acusação (Witness for the Prosecution, 57) 7,5
  40. Marinheiro de Encomenda (Steamboat Bill, Jr., 28) 7,5
  41. Viagem ao Fundo do Mar (Voyage to the Bottom of the Sea, 61) 5
  42. O Pacificador (The Peacemaker, 97) 2
  43. Borat - O Segundo Melhor Reporter do Glorioso País Cazaquistão Viaja à América (Borat: Cultural Learnings of America for Make Benefit Glorious Nation of Kazakhstan, 06) 7
  44. Sideways – Entre Umas e Outras (Sideways, 04) 7,5
  45. Pequena Miss Sunshine (Little Miss Sunshine, 06) 9
  46. Vênus (Venus, 06) 6,5
  47. O Segredo de Brokeback Mountain (Brokeback Mountain, 05) 4,5

Comentários: 1,68 filme/dia; 6,7/ filme. Creio ser um dos poucos que preferem A Conquista da Honra a Cartas de Iwo Jima, isso se deve ao uso exaustivo da guerra em Cartas de Iwo Jima, algo que acabou me cansando um pouco; Cidade dos Anjos é um embrólio, não? Um Asas do Desejo sem poesia; Tortura do Medo é um filme obrigatório a se ver, Michael Powell fez um filme genial - pena daqueles que perderam a Sessão do Comodoro; estou chegando à conclusão que Rohmer [O Joelho de Claire] é a pessoa que mais compreende o ser humano, no cinema ao menos; é triste ver que a Jodie Foster já tinha a bunda caída desde os 14 anos quando fez A Menina do Outro Lado da Rua; Vênus é um filme adorável, e Peter O'Toole é o cara, mil vezes melhor que o Forest Whitaker; e O Segredo de Brokeback Mountain conseguiu a proeza de piorar numa revisão como um todo, mas: Heath Leadger está realmente muito bem, a fotografia é esplêndida, Jake Gyllenhaal está bem mal, o roteiro e a direção são horrendos.

Melhores:

  1. Vinhas da Ira
  2. A Conquista da Honra
  3. Tortura do Medo
  4. 12 Homens e uma Sentença
  5. Pequena Miss Sunshine
  6. Noite de Estréia
  7. Cartas de Iwo Jima

Piores:

  1. O Pacificador
  2. Bilitis
  3. Rei Arthur
  4. Wilde
  5. Lemming - Instinto Animal