24 junho 2006

Quando Explode a Vingança

Quando Explode a Vingança (Duck, You Sucker, 71)

Sergio Leone é um dos mais fantásticos diretores que já existiram. Um mestre que reinventou um tema que só John Ford conseguira levantar da decadência, o faroeste. O utensílio de primeiríssimos planos é constante, e isso só deixa o filme mais sedutor. O charme do cinema de Leone é a inversão da tradição, de certa forma, fugindo de temas habil e amplamente já demarcados no cinema clássico. Quem se importa com índios, patriostimo e uma sociedade civilizada se ela é podre, se as pessoas são perversas por natureza, se índios não são ameaças ou motivo de caça... Leone explora um cinema melancólico, fundado na dor e deseperança, tantas vezes já, malandragem e banditismo foram o tema mais importante e criativo, não por mostrar o outro lado da moeda, e sim todos os lados, pois todos são malandros e bandidos em ao menos algum aspecto.

Nesse segundo episódio da trilogia da América, Leone faz seu "pior" filme. Era Uma Vez na América e Era Uma Vez no Oeste são duas obras-primas indiscutíveis e esse Quando Explode a Vingança (ou Era Uma Vez na Revolução) faz parte do coro, com menos destaque, mas igual singeleza e plenitude. E pensar que retratar problemas de fronteira não estava tão na moda quanto hoje.

Cada quadro é um espetáculo, e o final, um dos mais lindos que já vi. Talvez o que mais contribua para o filme seja o aspecto debochado das personagens principais, e isso não quer dizer que o filme foge do padrão sério e contido(?) de seus outros western-spaghtti. A capa e os comentários me passaram uma imagem completamente diferente. A ironia tem presença forte no cinema leoniano, mas o melodrama é o fator extra e único. Quando Explode a Vingança não é diferente.

Ennio Morricone com mais uma composição brilhante.

Aliás, vejo esse filme como uma grande influência para Três Enterros, mesmo que a principal referência seja o ainda não visto por mim, Tragam-me a Cabeça de Alfredo Garcia.

Nota: 98/100

Top Sérgio Leone (tendo visto todos os creditados)

  1. Era Uma vez na América
  2. Por Uns Dóalres a Mais
  3. Era Uma Vez no Oeste
  4. Quando Explode a Vingança
  5. Três Homens em Conflito

Escutando: Rngleader of Tormentors - Morrisey
Lendo: A Cidade e as Serras - Eça de Queiróz

15 junho 2006

Filmes vistos em Maio (2006)

legenda: revistos; curtas



Sem Ford, Lean assume a liderança.

  1. Grandes Esperanças (Great Expectations, 46) [100]
  2. Árido Movie (Idem, 06) [48]
  3. A General (The General, 27) [80]
  4. O Albergue (Hostel, 06) [45]
  5. O Piano (The Piano, 93) [49]
  6. O Corte (Le Couperet, 05) [80]
  7. Meu Amor de Verão (My Summer of Love, 05) 0 [5]
  8. Espanglês (Spanglish, 04) [67]
  9. Crianças de Domingo (Söndagsbarn, 92) [85]
  10. Histórias Mínimas (Historias Mínimas, 02) [69]
  11. Abbott e Costello numa Aventura na África (Africa Screams, 49) [60]
  12. As Corças (Les Biches, 68) [90]
  13. O Código Da Vinci (The Da Vinci Code, 06) [55]
  14. No Silêncio da Noite (In a Lonely Place, 50) [97]
  15. O Crime Não Compensa (Knock on any Door, 49) [90]
  16. Ser ou Não Ser (To Be or Not To Be, 42) [98]
  17. A Um Passo da Eternidade (From Here to Eternity, 53) [90]
  18. X-Men: O Confronto Final (X-Men: The Last Stand, 06) [82]
  19. Rent - Os Boêmios (Rent, 05) [70]
  20. Man Feel Pain (Idem, 04) 0 [0]
  21. Gun Crazy - Mortalmente Perigosa (Deadly is the Female, 49) [73]

Comentários: Média de 0,68 filmes por dia e de 68,24 por filme. Árido Movie é uma grande bobeira que começa com uma proposta interessante e termina do jeito mais megalomaníaco possível; Meu Amor de Verão é muito ruim, como ousaram comparar a Almas Gêmeas e a Assunto de Meninas?; Crianças de Domingo é um belo exercício cinematográfico do filho de Ingmar Bergman, que roteiriza a obra; Chabrol sobiu bastante em meu conceito com As Corças; Lubitsch [Ser ou Não Ser] é genial; e qual a birra com o terceiro episódio de X Men? é o melhor dos três, o mais ousado, o mais interessante...

Melhores

  1. Grandes Esperanças
  2. Ser ou Não Ser
  3. No Silêncio da Noite
  4. As Corças
  5. O Crime Não Compensa
  6. A Um Passo da Eternidade

Piores

  1. Man Feel Pain
  2. Meu Amor de Verão
  3. O Albergue
  4. Árido Movie
  5. O Piano

PS.: Essa atualização era para ter sido postada há quase duas semanas, mas graças ao BLOGGER só pode ocorrer hoje. Muito bom sair de um lugar que tem limite de caracteres para outro que fica mais de uma semana fora do ar.

PS2.: Mudarei o sistema. Visando atualizações semanais, diminuirei drasticamente o tamanho dos meus comentários até ter mais tempo disponível.