07 março 2006

And the Oscar goes to ... Crash

Segue a lista dos vencedores:
Legenda: 1ª escolha; 2ª escolha*

Filme: Crash - No Limite*
Direção: Ang Lee (O Segredo de Brokeback Mountain)
Ator: Philip Seymour Hoffman (Capote)
Atriz: Reese Whiterspoon (Johnny e June)
Ator Coadjuvante: George Clooney (Syriana - A Indústria do Petróleo)*
Atriz Coadjuvante: Rachel Weisz (O Jardineiro Fiel)
Roteiro Adaptado: O Segredo de Brokeback Mountain
Roteiro original: Crash - No Limite*
Direção de arte & Cenário: Memórias de uma Gueixa
Figurino: Memórias de uma Gueixa
Fotografia: Memórias de uma Gueixa
Maquiagem: As Crônicas de Nárnia: O Leão, A Feiticeira e o Guarda-Roupa
Montagem: Crash - No Limite*
Som: King Kong
Efeitos Sonoros: King Kong
Efeitos Visuais: King Kong
Canção: 'It's Hard Out Here for a Pimp', Ritmo de um Sonho
Trilha Sonora: O Segredo de Brokeback Mountain
Animação: Wallace & Gromit: A Batalha dos Vegetais
Filme estrangeiro: Tsotsi
Documentário: A Marcha dos Pingüins
Curta-metragem: Six Shooter
Curta de animação: The Moon and the Sun: An Imagined Conversation*
Curta documental: A Note of Triumph: The Golden Age of Norman Corwin*

Balanço: sem curtas - 14/21 = 66,6%; com curtas - 15/24 = 62,5%
7/19 dos meus preferidos foram nomeados.

Considero meu número de acertos ainda medíocre, mesmo estando melhor que no ano passado.

Quanto a cerimônia, achei-a extremamente chata, cansativa, sem inspiração alguma... E muito previsível, muito mesmo, se no último Jack Nicholson não tivesse anunciado Crash, o Oscar poderia parar de acontecer. Ninguém mais ligaria.
Crash - No Limite ganhou o Oscar de Melhor filme como pouqíssimos previam. Havia especulações, mas com a exceção de Roger Ebert e alguns outros, tudo indicava O Segredo de Brokeback Mountain como vencedor. Ganhou o PGA, DGA, Globo de Ouro, Festival de Veneza, BAFTA e tudo mais que tinha direito. Eu gosto mais de Crash, não gosto mesmo de Brokeback Mountain, e mesmo assim me senti extremamente injustiçado. Este tem muito mais méritos que o primeiro, que é até meio amador. Depois desse prêmio, a probabilidade de desgostar do filme é bem maior já que o acho extremamente medíocre. Eu entendo agora a revolta contra o filme depois de inúmeras críticas positivas. Ele simplesmente não merece. Se ainda fosse Munique, ou até mesmo Boa Noite e Boa Sorte, mas Crash?
E Munique e Boa Noite e Boa Sorte, os dois melhores a serem indicados na categoria Melhor Filme não levaram absolutamente nada. Se fosse para Clooney ganhar que fosse por roteiro ou até mesmo direção, mas ele está bem mal em Syriana.
Ah, minhas previsões, esperando algo não tão previsível da academia quanto a ator coadjuvante, roteiro original e montagem foram furadas. Juro que no ano que vêm só aposto nos favoritos, teria errado menos.
E expliquem-me como a abominável canção de Ritmo de um Sonho (que conseguiu ficar medonha na versão apresentada no Oscar - aliás, todas as performances lá foram ridículas) ganhou? Já não bastava Eminem ganhar em cima de U2? Eles tem que premiar de novo algo do gênero? Quanto a canção de Dolly Parton, seria mais aturável se não fosse ela. E Crash merecia um Oscar, esse de canção. Era a menos pior.
Podiam trazer Billy Cristal ou Steve Martin de volta. Ou darem uma chance a Robin Williams. Jon Stewart não me convence.
Fico por aqui, indignadíssimo com a premiação.
Obs: Só por curiosidade, eu não acerto um vencedor da categoria de Melhor Filme desde Chicago.

0 Comentário(s):

Postar um comentário

<< Voltar