30 janeiro 2006

Prêmios Lumière 2005 - Vencedores

Sairam os vencedores do Prêmio Lumiére - 1ª Edição. Muito bem organizada por Miguel Lourenço Pereira, a ABCine escolheu seus vencedores. Miguel procurou selecionar as frases de maior impacto, por vencedor dos que justificaram. Eis os resultados com suas respectivas citações:

MELHOR FILME

Vencedor: Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças
Runner-up: Encontros e Desencontros

"Simplesmente genial. A grande obra prima de 2004". Miguel Lourenço Pereira

"Provou que filmes podem falar de romance de uma maneira simples sem utilizar os habituais clichês do gênero." Gabriel Carneiro

"Um filme que toca fundo no coração de quem o viu." Alexandre Barbosa

MELHOR FILME EM PORTUGUÊS

Vencedor: Carandiru
Runner-up: Noite Escura

"A idéia de Babenco é genial" Alexandre Barbosa

"Carandiru é um dos melhores filmes brasileiros da atualidade" Gabriel Carneiro

MELHOR DIREÇÃO

Vencedor: Quentin Tarantino (Kill Bill)
Runner-up: M. Night Shyamalan (A Vila)

"Tarantino volta e prova mais uma vez o quão genial é." Gabriel Carneiro

"Só um génio seria capaz de fazer um filme com tantas referências ao cinema e ainda fazer um filme como Kill Bill." Alexandre Barbosa

"A sua realização adapta-se totalmente aos diferentes ritmos como mais ninguém consegue fazer." Pedro Serra/Fernando Campos

MELHOR DIREÇÃO EM PORTUGUÊS

Vencedor: Hector Babenco (Carandiru)
Runner-up: João Canijo (Noite Escura)

"Coragem é a palavra chave da realização de Babenco" Miguel Lourenço Pereira

"Um diretor que se mostra onipresente ao longo do filme, mostrando com sutileza os dramas que se passa na cadeia" Gabriel Carneiro

MELHOR ATOR

Vencedor: Bill Murray (Encontros e Desencontros)
Runner-up: Jim Carrey (Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças)

"O olhar de Murray num dos cartazes de 'Encontros e Desencontros' diz mais que mil palavras." Fernando Campos/Pedro Serra

"À primeira vista parece uma interpretação algo contida, mas só até repararmos como Murray consegue passar ao espectador tantas emoções sem ter de dizer uma palavra, só através de pequenos gestos ou de um olhar." João Farinha

MELHOR ATOR EM PORTUGUÊS

Vencedor: Rodrigo Santoro (Carandiru)
Runner-up: Nicolau Breyner (Milagre Segundo Salomé)

"Uma performance notável de um dos meninos bonitos do cinema brasileiro da atualidade." Miguel Lourenço Pereira

"Santoro supera todos os preconceitos" Alexandre Barbosa

MELHOR ATRIZ

Vencedor: Kate Winslet (Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças)
Runner-up: Bryce Dallas Howard (A Vila)

"Não se via uma performance tão 'carnal' desde os dias de glória de Elizabeth Taylor." Miguel Lourenço Pereira

"Kate Winslet encarnou provavelmente a mais interessante personagem do ano" Gabriel Carneiro

MELHOR ATRIZ EM PORTUGUÊS

Vencedor: Beatriz Batarda (A Costa dos Murmúrios)
Runner-up: Ana Bandeira (Milagre Segundo Salomé)

"É a maior atriz portuguesa da atualidade." Miguel Lourenço Pereira

"Batarda é a coisa mais próxima que temos de uma estrela de cinema em Portugal" Fernando Campos/Pedro Serra

MELHOR ATOR COADJUVANTE

Vencedor: Benicio del Toro (21 Gramas)
Runner-up: David Carradine (Kill Bill)

"Não se viu este ano raiva, emoção e devoção condensados de forma tão perfeita como a da performance de Del Toro em 21 Gramas" Miguel Lourenço Pereira

"Del Toro entrega-se por completo em 21 Gramas." João Farinha

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

Vencedor: Darryl Hannah (Kill Bill)
Runner-up: Irma P. Hall (Matadores de Velhinhas)

"Mais um come-back genial de Tarantino" Alexandre Barbosa

"Darryl Hannah irradia perversidade e ódio pela 'heroína' de modo inesquecível." Fernando
Campos/Pedro Se
rra

ATOR REVELAÇÃO

Vencedor: Freddie Highmore (Em Busca da Terra do Nunca)
Runner-up: Rodrigo de la Serna (Diários de Motocicleta)

"O child-actor do ano" Pedro Serra/Fernando Campos

"Com apenas 12 anos a sua representação em Em Busca da terra do Nunca mostra uma maturidade notável para a sua idade." João Farinha

ATRIZ REVELAÇÃO

Vencedor: Bryce Dallas Howard (A Vila)
Runner-up: Scarlett Johansson (Encontros e Desencontros)

"Com apenas uma performance já merece ser colocado junto das maiores da sua geração" João
Farinha

"Bryce dá show em A Vila" Alexandre Barbosa

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL

Vencedor: Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças
Runner-up: Encontros e Desencontros

"Obrigado Kauffman." Alexandre Barbosa

"Kauffman é sem dúvida o maior argumentista dos nossos dias" Miguel Lourenço Pereira


MELHOR ROTEIRO ADAPTADO

Vencedor: Em Busca da Terra do Nunca
Runner-up: Peixe Grande e Suas Histórias Maravilhosas

"Um filme que faz o coração mais duro soltar uma lágrima" Miguel Lourenço Pereira

MELHOR DOCUMENTÁRIO

Vencedor: Farheneith 11 de Setembro
Runner-up: Na Captura dos Friedmans

"Fahrenheit é um grande obra de cinema" João Farinha

"Nunca mais ninguém vai voltar a olhar para Bush da mesma maneira." Miguel Lourenço Pereira

MELHOR ANIMAÇÃO

Vencedor: Os Incríveis
Runner-up: As Bicicletas de Belleville

"Além de um sucesso de 'marketing', a família Incredible é o símbolo da criatividade e competência da Pixar." Fernando Campos/Pedro Serra

"Os Incríveis vai diretamente para a minha lista de filmes absolutamente perfeitos, tão perfeito quanto um filme pode ser." João Farinha

MELHOR TRILHA SONORA

Vencedor: Encontros e Desencontros
Runner-up: A Vila

"Sofia Copolla consegue fazer da sua trilha sonora um dos grandes álbuns de 2004. Juntar singles como Alone in Kyoto, Too Young ou Just Like Honey é de pedir e chorar por mais." Miguel Lourenço Pereira

"Palavras para quê?" Fernando Campos/Pedro Serra

MELHOR CANÇÃO

Vencedor: "Everybody´s Gotta Learn Sometimes", Beck (Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças)
Runner-up: "Just Like Honey", Jesus and Mary Chain (Encontros e Desencontros)

"Com este tema, Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças consegue um dos finais mais perfeitos da história do cinema. Saímos da sala com a lágrima no olho, muito por culpa de
um senhor chamado Beck." Miguel Lourenço Pereira

MELHOR MONTAGEM

Vencedor: Kill Bill
Runner-up: Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças

"Não existe um segundo a mais no filme de Tarantino." Fernando Campos/Pedro Serra

MELHOR DIREÇÃO DE ARTE & CENÁRIO

Vencedor: O Fantasma da Ópera
Runner-up: Cold Mountain

"Joel Schumacher transporta de forma genial o universo de Andrew Lloyd Webber para o cinema, fazendo deste 'Phantom' um dos filmes do ano" Miguel Lourenço Pereira

MELHOR FOTOGRAFIA

Vencedor: A Vila
Runner-up: Moça com Brinco de Pérola

"Uma fotografia belissima, ao nível da obra-prima de Shyamalan" Miguel Lourenço Pereira

MELHOR MAQUIAGEM

Vencedor: Monster - Desejo Assassino
Runner-up: Moça com Brinco de Pérola

"A jeitosa Charlize nunca teria conhecido a ribalta se fosse realmente assim. A maquilhagem foi meio Oscar..." Fernando Campos/Pedro Serra


MELHOR FIGURINO

Vencedor: O Fantasma da Ópera
Runner-up: Moça com Brinco de Pérola

"Uma verdadeira extravagança de figurino que dão ainda mais magia ao filme." Miguel Lourenço Pereira

MELHORES EFEITOS VISUAIS

Vencedor: O Dia Depois de Amanhã
Runner-up: Eu, Robô

"ILM, empresa de efeitos de George Lucas, continua a dar cartas no ramo dos efeitos especiais. O Dia Depois de Amanhã era um filme complexo que exigia uma enorme quantidade de efeitos em quase todas as cenas, e a espetacularidade visual do filme é algo que sem dúvida merece ser vista." João Farinha

MELHORES EFEITOS SONOROS

Vencedor: Eu, Robô
Runner-up: Homem Aranha 2

"A conjugação de tantos efeitos visuais com o mundo real através do som é uma aposta ganha por Eu, Robô" Fernando Campos/Pedro Serra

MELHOR SOM

Vencedor: Kill Bill
Runner-up: Homem Aranha 2

"As referências trazidas por Tarantino através dos sons, são espetaculares" Alexandre
Barbosa


PRÊMIO ESPECIAL ABCINE : MARLON BRANDO

"Marlon Brando merece esta distinção pela sua imensurável e importantíssima dedicação à arte de representar" Tiago Teixeira

"Brando não foi só um dos maiores atores de todos os tempos como também provou ser um ícone de uma geração. A sua forma de representar, sensual e extremamente carnal, fez dele um verdadeiro astro. Capaz de viver personagens tão diferentes como o angustiado Stan Kowalski ou o ponderado Vito Corleone, Brando tem um lugar cativo no coração de todos os amantes do cinema. A sua morte é uma das maiores perdas de 2004." Miguel Lourenço Pereira

"Brando foi sem dúvida o maior ator da história, com pelos menos dois papéis que sempre figuraram entre as 10 melhores atuações do cinema: Don Corleone em O Poderoso Chefão e Paul em O Último Tango em Paris. E foi nesse último ano que esse grande ator veio a falecer trazendo ao cinema uma grande perda" Gabriel Carneiro

Números totais:

4 Lumiére - Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças
4 Lumiére - Kill Bill
3 Lumiére - Carandiru
2 Lumiére - Encontros e Desencontros
2 Lumiére - A Vila
2 Lumiére - Em Busca da Terra do Nunca
2 Lumiére - O Fantasma da Ópera
1 Lumiére - A Costa dos Murmúrios
1 Lumiére - 21 Gramas
1 Lumiére - Fahrenheit 11 de Setembro
1 Lumiére - Os Incríveis
1 Lumiére - O Dia Depois de Amanhã
1 Lumiére - Eu, Robô
1 Lumiére - Monster - Desejo Assassino

Escutando: CD (My Way: The Best of - Frank Sinatra); Música (Don't Go Away - Oasis)

Postado originalmente em 30/01/2005 .

0 Comentário(s):

Postar um comentário

<< Voltar