30 janeiro 2006

Dirty Dancing

Dirty Dancing - Ritmo Quente (Dirty Dancing, 89)


Dirty Dancing é mais um daqueles filmes dos anos oitenta, que assim como Flashdance, Footloose e Os Embalos de Sábado a Noite (1 e 2, que apesar de ser produzido no final da década de 70, foi o percussor do gênero) são considerados musicais, um fato inexplicável, como podem considerar um filme em que os atores não cantam um musical, o mais próximo de musical que esse Dirty Dancing chega são nas cenas em que dublam duas canções e quando a irmã da personagem principal canta numa apresentação, ou seja existe um motivo para cantoria, ao contrário dos musicais de verdade, onde começam a cantar do nada. Estes filmes não passam de filmes com e sobre danças com ótimas trilhas sonoras, só isso. Dirty Dancing é um romance, os outros mencionados acima são dramas, não há contestação. E este que é um romance é um ótimo filme, diferente dos outros que são filmes fracos, e com roteiros piegas, apesar de serem revolucionários na época e serem grandes bilheterias, não resistiram ao tempo.

O diretor Emile Ardolino mostra muito bem o lado romântico da história, onde o amor pode vencer tudo (que pode parecer uma temática batida, mas que ainda funciona), tendo controle sobre os atores e o roteiro, Ardolino consegue mostrar intensamente o romance que em pouco tempo se inicia, e combina muito bem a dança com o romance, sempre mantendo os dois em primeiro planos, e deixando os motivos decorrentes em segundo. O que é bom, dar ênfase ao que realmente importa para história.



Baby (Jennifer Grey) é uma garota de 17 anos que acha que pode mudar o mundo com sua ajuda e bondade. Johnny (Patrick Swayze) é um professor de dança, que joga duro com a vida, pois muito já apanhou dela, o tornando uma pessoa amarga e sem esperança. No verão de 1963, num hotel de veraneio eles se conhecem, e devido aos problemas recorrentes do local, ela começa aprender a dançar, e ambos se envolvem num romance "caliente", mesmo havendo preconceito por parte do pai dela.

Este foi o penúltimo filme de prestígio de Patrick Swayze, pois sua carreira acabaria em termos com Ghost - Do Outro Lado da Vida, ele está bem, mas nunca foi um grande ator, vai ver este é o motivo para suas últimas atuações serem de coadjuvantes secundários em filmes independentes, na verdade ele praticamente usa o filme para expor seus músculos. Jennifer Grey, que hoje está sumida, é fraca, mas nada que mereça atenção especial. Na verdade, no quesito atuação não há nada que mereça destaque, pois parecem atores saídos de American Pie.

Já tecnicamente, existe um grande destaque, provavelmente a melhor ciosa do filme, a magnífica trilha sonora, que emplacou a canção ganhadora do Oscar de Melhor Canção em 1987. Seu nome é "(I´ve Had) The Time of Our Life" e é de longe a melhor canção do filme e uma das melhores da década, assim como é a melhor música, é também a melhor cena do filme, Johnny e Baby dançando essa música chega a ser emocionante. Sua trilha ainda tem participações no vocal do próprio Swayze, e outras músicas que merecem ser apreciadas, se possível separadamente do filme.

Dirty Dancing é um ótimo filme de romance e dança, com um bom roteiro e excelente trilha sonora, provavelmente o melhor dos "filmes sobre dança", que teve o prestígio que merecia, um filme para cima que te deixa bem no final. Mas não esperem um dos melhores filmes de todos os tempos, pois não passa mais de uma boa diversão. Vale ser conferido, eu recomendo.

Nota: 81/100

Escutando: CD (Out of Time - R.E.M.); Música (You're the One - The Carpenters)


A Descobrir

Thriller - A Cruel Picture (Thriller - en grym film, 74) - Filmaço que tive o prazer de assitir graças a Sessão Dupla do Comodoro. Nunca foi exibido no Brasil, este filme que é uma das principais bases de Kill Bill, um filme de exploitation fantástico. Conta a história de uma garota que "ficou" muda após ter sido estuprada quando pequena, e que depois de 20 anos é sequestrada e viciada em heroína para servir de prostituta. Uma bela história de vingança, que rende várias cenas cômicas. Muitos dizem possuir um alto teor de violência, mas nada que tenha me chocado, porém possui cenas de sexo explícito, digamos que não é um filme para qualquer um. Mas sempre vale ser descoberto, recomendo importações do Amazon. [84]

Postado originalmente em 09/12/04.

0 Comentário(s):

Postar um comentário

<< Voltar